22 de mai de 2013

Meu Dilema - Não sei o que quero!

| |
Anônimo escreveu:
Seguinte,
Namoro a dois anos com um cara lindo, meigo, fofo, carinhoso, bacana mas... que não tem nenhum centavo de grana. Ele se mata de estudar na faculdade e ainda assim não consegue melhorar as notas.
  No caso, ao mesmo tempo que ele é super companheiro e está sempre do meu lado. Ele esquece de coisas simples tipo: comprar presente de aniversário de namoro, de natal e até de ANIVERSÁRIO. Pois é. E o pior, é que eu converso com ele sobre essas coisas e falo o que ele precisa fazer para me manter sempre apaixonada por ele. Eu digo com todas as letras que me importo com essas coisas e gostaria que ele fizesse por mim. NÃO TEM JEITO! Ele sempre esquece de fazer alguma coisa especial e eu sempre fico triste.
  Ai com tudo isso, comecei a ficar meio áspera e quando percebi estávamos brigando por tudo. E de repente no meio de toda essa confusão, eu percebi que não estava mais sentindo atração física nenhuma por ele e que estava começando a me interessar por mulheres.
 NOSSA, e agora?
  E agora que eu consegui abrir meu coração pra ele e disse que eu queria viver uma experiencia diferente e tal. E ele... aceitou! Disse que desde que eu não ficasse com nenhum homem eu podia ficar com quantas mulheres eu quisesse!
 O quão louco é isso?
  Mas... mesmo com tudo isso, o meu dilema é que eu não sei se ainda amo ele o suficiente pra ficar com ele.  Só que ele ainda é o cara dos meus sonhos, de casamento e filhinhos e tal.
  Acabo de vez esse namoro e vou morar em outro estado, ou viajo, mato meu desejo, volto e faço meu casamento?

Primeiramente, muito obrigada por escrever pro DDP! Fazia tempo que ninguém participava do Meu dilema...
Mas enfim,
Quando comecei a ler já pensei no que te dizer: eu realmente acredito que se um casal se gosta mesmo, dinheiro não é problema grande o bastante pra colocar o fim no relacionamento. E quanto aos agradinhos em datas importantes, também diria que é algo que dá pra contornar. Ninguém acerta em tudo. E se ele realmente é como você o descreveu, as vezes vale a pena abrir mão desses detalhes. Mas é claro, é você quem avalia o que você quer num relacionamento e o que dá pra viver sem.
Mas percebi que esse não é o principal motivo pra essa dúvida toda. Se a sua sexualidade está mudando, eu digo pra você não se prender. Você deve sim, na minha opinião, procurar saber mais sobre quem você é.
Sabe, casamento é coisa séria, pra vida toda. Eu não sei muito sobre viver pra falar com toda certeza, mas acredito que não se deve passar por cima de nenhuma dúvida nessa hora. E pelo que você descreveu, o relacionamento não anda as mil maravilhas. Então minha sincera opinião é, dá um tempo e tenta aprender mais sobre quem você é e o que você quer, sem se prender ao passado. E quando tiver certeza, ai sim toma a decisão. Não tenta apressar tudo, você não precisa decidir tudo agora, dá tempo ao tempo. E enquanto isso, não deixa o cara preso, não o iluda. 
Boa sorte, e qualquer coisa, escreve de novo!
Mandem mais dúvidas para mim sem medo! Estamos aqui, todas precisando de um pequeno conselho, não é? Clique aqui.

2 comentários:

  1. Nossa Carol , muito legal essa ideia de dar conselhos para as leitoras , amei ! Corre la no eu blog que tem post novo http://senhoritaparisiense.blogspot.com.br/ beijos<3

    ResponderExcluir
  2. Parece e-mail de adolescente, e já pensando em casamento? .-. Concordo contigo, acho melhor ela dar um tempo pra ter certeza.
    Beijos ♥

    Conspirantes

    ResponderExcluir

Comente a vontade, mas lembre de deixar o link do seu blog para que eu possa retribuir. E nunca, nunca mesmo, faça "copia e cola" por aqui.
Comente aqui somente sobre o post, pra qualquer outro assunto use a página de contatos (:

Bjj
Carol